Categorias
Curiosidades

Sabia que pode comer para emagrecer?

Não se foque apenas no número de calorias, o mais importante é a fonte das calorias que ingere e há alimentos que pode comer para emagrecer…

Pode parecer que a restrição é a forma mais eficaz de emagrecer mas, na verdade, é a ingerir as calorias e os alimentos certos que vai conseguir alcançar o seu objetivo.

Para conquistar o peso que deseja, como destaca a “Fox News” é preciso comer nestes alimentos que, segundo Lauren Blake, responsável pela nutrição desportiva no Centro Médico Wexner da Universidade Estatal de Ohio são indispensáveis:

Abacate: As suas gorduras saudáveis vão ajudá-lo a senti-se mais cheio e satisfeito.

Mirtilos: São ricos em fibra, água e flavonóides e têm um índice glicémico baixo, por isso mantêm os níveis de açúcar do sangue equilibrados e contêm o aparecimento da fome.

Leguminosas, como lentilhas ou feijões: São fibrosas e ajudam-no a manter-se saciado por mais tempo. Vários estudos sugerem que no que toca ao emagrecimento, focar-se simplesmente no consumo de fibra pode trazer mais benefícios do que seguir um plano alimentar restritivo.

Proteína magra: As carnes brancas e sem gordura, como frango ou peru, mas também os peixes gordos e ricos em ómega 3 como o salmão podem ajudá-lo a perder os malfadados quilinhos a mais – tal como as fontes vegetais de proteína, como as leguminosas, brócolos, espinafres ou cogumelos (conheça aqui as melhores escolhas).

Vegetais não amiláceos: Blake aconselha os seus clientes a encher metade do prato com vegetais não amiláceos como pimentos, couve-flor, cogumelos, brócolos, espargos e couves-de-bruxelas. Por outro lado os vegetais amiláceos, que incluem batatas, ervilhas e milho, não são aconselhados devido ao seu indicie glicémico que acaba por dar mais fome.

Grãos integrais: São também ricos em fibra, são parte importante de uma dieta saudável. Mas não precisa de abusar no pão, arroz integral e aveia têm mais fibra do que o pão e são opções que deve incluir na sua dieta diária.

Chocolate negro: Desde que não exagere no consumo, o chocolate negro (mais de 70% de cacau) pode ser um bom aliado da dieta, pois é rico em flavonóides e gorduras saudáveis.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *