Categorias
Curiosidades

Nomes de nutrientes que deve decorar pelo bem da sua saúde

Na hora de avaliar a qualidade de um alimento existem nutrientes que ficam de fora… mas não deviam. Eis os nomes que deve decorar pelo bem da sua saúde…

As vitaminas e os minerais não são os únicos nutrientes a avaliar num alimento. Existem outros igualmente importantes e que merecem uma especial atenção, ainda mais quando o objetivo é fazer da alimentação a melhor forma de tratar da saúde.

Com nomes complexos e por vezes quase indecifráveis, estes nutrientes podem ser compostos químicos, variantes vitamínicas ou até mesmo aminoácidos.

Conheça quais os nutrientes:

Glucosinolatos – Composto químico que contém enxofre e, por isso, dá um aroma e sabor menos agradável a determinados alimentos. Está associado a um menor risco de cancro e pode ser encontrado na couve-de-Bruxelas, agrião, mostarda, nabo, repolho, etc.

Colina – Membro do complexo B de vitaminas, é fundamental para a qualidade do fígado, músculos, cérebro e metabolismo. É facilmente encontrada em ovos, frango, camarão, salmão, pistachio, amêndoas e couve.

Ácido pantoténico – Trata-se do nome científico da vitamina B5, responsável por converter os alimentos em energia e por estimular a produção de células vermelhas no sangue. Está presente no milho, na couve, na couve-flor, nos brócolos, no tomate, no abacate e nas lentilhas.

Molibdénio – Elemento químico que tem um papel fundamental na saúde dos ossos e na capacidade do organismo quebrar toxinas. É encontrado em lentilhas, feijões, ervilhas, grãos e frutos de casca rija.

Crómio – Mineral que ajuda a prevenir a diabetes e doenças cardiovasculares. É ainda um aliado na perda de peso. Encontra-se nos brócolos, nos grãos e cereais integrais, nas carnes magras, nos cogumelos, aveia, ameixa, noz, espargo e levedura de cerveja.

Fenilalanina – Trata-se de um aminoácido essencial e que tem um especial impacto na criação de proteínas e substâncias químicas do cérebro, tais como a adrenalina. Pode ainda atenuar a dor crónica e ajudar na prevenção da doença de Parkinson. Está presente em alimentos como a carne vermelha, carne de aves, peixe, leite, iogurte, ovos, queijo, soja, nozes e sementes.

Lignana – Composto que beneficia a saúde quando consumido regularmente e que pode ajudar a prevenir determinados tipos de cancro. Está presente em alimentos como a linhaça, couve-galega, brócolos, damascos, couve-de-Bruxelas e morangos.

Carotenóide – Pigmento responsável pela cor vibrante de alguns alimentos e que pode ajudar, por exemplo, na saúde ocular. Encontra-se na abóbora, couve, tomate, pimentos e cenoura.

Coenzima Q10 – Presente em vários produtos de cosmética, este componente é conhecido por ajudar a reduzir os danos causados por radicais livres. Está presente nos peixes gordos, em órgãos e nos grãos integrais.

Manganês – Mineral necessário para o bom funcionamento do organismo, mas que requer um controlo na sua ingestão, uma vez que pode causar toxicidade. Está presente no abacaxi, na noz, nos grãos integrais, nos legumes e no espinafre.

Estes nutrientes fornecem ao organismo tudo o que ele precisa para funcionar na plenitude…

Todos estes nutrientes estão presentes em alguns dos alimentos mais comuns do dia-a-dia e prometem dar ao organismo tudo o que ele precisa para funcionar na plenitude, como refere uma publicação feita no site da revista Redbook.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *