Categorias
Curiosidades

Não perde peso? A culpa pode ser do que bebe todas as manhãs

Não perde peso? Um dos principais culpados pela incapacidade que tem em perder uns quilinhos extra deve-se ao leite e ao açúcar que junta ao seu café todas as manhãs…

O segredo para uma perda de peso eficaz e saudável está mesmo nas pequenas coisas, mais concretamente na mudança de pequenos hábitos. Há quem troque o pão branco pelo pão de cereais, há quem substitua a manteiga pelo queijo fresco magro e há que opte por excluir as compotas.

Mas, e se for a meia de leite uma das causas para a incapacidade em perder os quilos a mais? Pois bem, juntar leite ao café (ou ao chá) e ainda por cima adoçar a mistura pode ser uma bomba calórica.

Um recente estudo publicado na revista “Public Health”, e citado pelo site “LiveScience”, diz que as pessoas que juntam leite ao café podem estar a acrescentar cerca de 69 calorias a mais, enquanto que com o chá o acréscimo é na ordem das 43 calorias. Estes valores podem ser mais ou menos relevantes, dependendo do tipo de leite usado, se magro, meio gordo ou gordo.

O estudo analisou mais de 13 mil apreciadores de café e 6,200 apreciadores de chá entre 2001 e 2012 e os seus hábitos, se juntavam leite à bebida, creme, açúcar ou adoçante. A quantidade de vezes que bebiam por dia também foi verificada.

Para o mentor do estudo, o investigador Ruopeng An, estes valores até podem parecer irrisórios ao olhos das outras pessoas, mas a verdade é que há pessoas que bebem duas meias de leite por dia, ou várias chávenas de chá com leite, às quais tendem a adicionar açúcar, que pode variar entre um a dois pacotes, dependendo da tendência para preferir a bebida mais ou menos doce.

Além disso, uma meia de leite por dia equivale a mais 69 calorias, que no final de uma semana acresce em 483 as calorias ingeridas e num mês em 2.139 calorias. No final de um ano completo, a simples meia de leite matinal provoca mais 25,185 calorias ingeridas, um número que pode fazer toda a diferença nas pessoas que não têm hábitos saudáveis.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *