Categorias
Curiosidades

Frutas e legumes da época – março

Comer frutas e legumes da época dá saúde e ajuda a poupar na carteira, pois são alimentos que existem em abundância, veja a lista para consumir em março…

Comer frutas e vegetais, nunca é demais! Está comprovado que consumir muita variedade de vegetais e fruta baixa o risco de doenças cardiovasculares. Estes alimentos são ricos em fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes fundamentais à protecção da saúde, então, nada melhor do que consumir produtos de época para se conseguir uma alimentação saudável e equilibrada.

De acordo com as orientações para uma alimentação saudável devemos consumir no mínimo cinco porções de fruta e hortícolas por dia, variando se possível essas mesmas escolhas. Desta forma, recorremos a Associação Portuguesa de Agricultura Biológica e ao calendário da DECO para conhecer as frutas e legumes do mês de março.

Frutas e legumes da época e biológicos

mês de março…


Fruta da época: Kiwi, laranja, limão, maçã, pera, tangerina e pinhão.

Fruta biológica: Kiwi, laranja, limão, maçã, pera, tangerina, pinhão.

Legumes frescos: Abóbora, acelga, agrião, aipo, alface, beterraba, brócolos, cebola, couves, endívia, ervilhas, espargos, espinafre, funcho, grelos, nabiças, nabo, rabanete, rábano rúcula, rutabaga e salsifi.

Legumes biológicos: Abóbora, acelga, agrião, aipo, alface, beterraba, brócolos, cebola, couves, endívia, ervilhas, espargos, espinafre, funcho, grelos, nabiças, nabo, rabanete, rábano rúcula, rutabaga, salsifi.

Porquê biológicos? Ao optar por alimentos biológicos está a escolher alimentos sem vestígios de pesticidas, com excelentes caraterísticas nutricionais e de sabor único, que respeitam o meio ambiente e o equilíbrio da natureza.

Algumas boas razões para escolher produtos biológicos:

  • Valor nutritivo: os alimentos são cultivados em solos equilibrados, sendo mais ricos em vitaminas, sais minerais, proteínas e glúcidos, proporcionando uma alimentação rica e saudável.
  • Sabor: em solos regenerados e fertilizados com matéria orgânica, as plantas crescem saudáveis e desenvolvem o seu verdadeiro aroma, a sua cor e sabor autênticos.
  • Saúde: não são aplicados adubos químicos, nem se pulverizam as plantas com pesticidas de síntese.
  • Biodiversidade: defende a diversidade das sementes e das variedades locais com grande valor nutritivo e cultural e fomenta a biodiversidade global dos ecossistemas agrícolas.