Categorias
Curiosidades

Como e onde usar o louro

A folha de louro é usada como tempero em diferentes culinárias, mas provavelmente você não deve conhecer todos os benefícios que essa planta traz…

Oriundo da Ásia, foi introduzido na zona do Mediterrâneo, a Laurus nobilis lauraceae (nome científico da folha de louro) alem de servir para tempero culinário e de ser usada em saquinhos de cheiros ou em decorações, mas essa planta é muito mais do que isso, é usada há muitos anos para fins medicinais.

Louro, que vem da palavra latina, “laurus” significa nobre. Na Grécia o loureiro era consagrado ao Deus Apolo, deus grego da poesia e da cura. Para os Romanos as coroas de louro eram o exemplo da sabedoria e da glória.

Benefícios do louro

Conheça mais sobre essa planta, suas propriedades e os seus principais benefícios:

– Auxilia na digestão.
– É fonte de vitaminas e antioxidantes.
– Tem propriedades anti-inflamatórias e analgésicas.
– Ajuda a regular o fluxo menstrual.
– Atua como diurético natural.
– Chá dessa folha ajuda a amenizar estresse e ansiedade.

Qual a melhor forma de consumir?

A folha de louro pode ser vista como erva aromática, sendo das mais utilizadas na culinária do mundo inteiro. A folha pode ser utilizada fresca, seca ou moída, no preparo de sopas, nos molhos, nos guisados, nos grelhados, em caldos, em marinadas, entre muitos outros, concedendo nutrientes e sabor a todos esses preparos. No entanto, dado o sabor intenso, o louro deve ser utilizado com moderação.

Ao contrário de muitas outras especiarias, o louro mantém um aroma intenso mesmo quando submetido a um cozimento prolongado. Pode conserve as folhas frescas, depois de limpas, num recipiente fechado. Em alternativa, mantenha-as num saco de plástico no frigorífico. Já as folhas secas ou desidratadas deve ser guardado em frascos fechados, de preferência escuros, em local protegido da humidade e da luminosidade.

Entre as especiarias e ervas-aromáticas que combinam bem com o louro estão a pimenta-da–jamaica, alho, zimbro, manjerona e orégãos, salsa, salva, segurelha e tomilho.

Mas para além de tudo que já foi referido, essa planta pode ter outras utilizações, das quais destacamos:

– Aromatizar azeites e vinagres;
– Aromatizar o leite quando se confeciona um molho bechamel;
– Usada para introduz um aroma agradável, exótico e picante nos cremes e pudins de arroz e a pratos de frutos cozidos;
– Usar os paus para preparar espetadas;
– Usar a folha em infusões para a má digestão, ansiedade e o ciclo menstrual;
– Usar a folha no pote da farinha, para evitar que ganhe gorgulhos;
– Ambientador natural, queimando umas quantas folhas, tem um efeito calmante;
– Usada em bouquet garni (ramo de cheiros).

Gostou? Faça gosto, comente e partilhe com os seus amigos a nossa página!



Uma resposta em “Como e onde usar o louro”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.